Born Under a Bad Sign

A imagem é mesmo muito marcante. Nas aulas de desenho aprendi que a dificuldade que a maior parte das pessoas encontra para desenhar existe porque criamos símbolos na nossa cabeça de tudo o que vemos ao longo da vida. Aí, quando vamos tentar desenhar algo ou alguém, desenhamos os símbolos e não aquilo que, efetivamente, estamos vendo.

Isso é curioso, porque quando penso em música a relação é parecida. Eu sempre tento cantar as músicas do meu jeito – ou do jeito que eu sei.  Mas, essa ideia de criar uma ideia simbólica sobre as coisas explica o fato de eu não conseguir cantar as músicas da Janis Joplin. Eu não consigo interpretar as músicas dela, porque o que ela faz já se cristalizou na minha cabeça. Também não seria capaz de imitá-la e nem acho que deva.

Algumas músicas “pedem” para que você as interprete. É o caso de Born Under a Bad Sign. Hoje, ouvi algumas versões dela e qualquer um consegue perceber que, apesar de uma base melódica comum, todo cantor vai tentar colocar algo de seu na interpretação. Acho isso bem bacana, porque a música acaba renascendo, de certa forma, na voz de cantores diferentes. É como se a imagem dessa música mudasse para cada um que a cantasse. Você pode perceber ao ouvir as versões de Albert King, do Cream, do Buddy Guy e da Nina Simone, só para citar alguns. Quando tiver gravado, posto a minha também que, claro, jamais será tão impressionante quanto a desses caras.

 

P.S.: Para quem não sabe: sou vocalista da banda Luigi e os Pirandellos e Born Under a Bad Sign tem sido um de meus desafios nos últimos ensaios.

Anúncios

3 comentários Adicione o seu

  1. Aline disse:

    Muito interessante essa sua observação! Realmente, eu nunca tinha parado pra pensar que o que acontece no desenho e na música é mesmo parecido!

    Curtir

  2. Aline disse:

    Ah! Ansiosa pra ver essa gravação! E uma sugestão: no seu perfil aqui do blog vc fala das letras, da moda, etc., mas não fala que canta! Bora? 😀

    Curtir

    1. Bruna Venancio disse:

      É mesmo! Preciso editar isso.

      E obrigada por ler, Aline.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s