Campo de trigo com ciprestes

Eu sempre tive pressa. Quando criança, passei do colo da minha mãe para o chão, sem passar pelo engatinhar. Acho que eu sempre quis alcançar coisas maiores e mais desafiadoras – e curiosamente tenho tão pouco de altura.

Depois de pintar minha primeira tela, uma paisagem noturna em tinta à óleo, busquei algo que realmente tivesse algum sentido para mim e escolhi “Campo de trigo com ciprestes”, que foi pintado por Van Gogh no período em que ele passou em Saint-Rémy, recuperando-se de uma crise de nervos – ou da boa e velha loucura. Foi logo depois de ele arrancar uma das orelhas.

Desde que decidi por esse quadro, tenho lidado com os meus próprios julgamentos sobre uma possível manifestação de presunção de minha parte. Eu já aceitei que não sou nenhum Van Gogh. Meu professor disse o mesmo. Mas, eu não queria pintar qualquer coisa. Eu queria entender esse turbilhão que Van Gogh registrou na tela, que acomete os campos e o céu. Eu posso criar a minha própria versão de Van Gogh. Eu posso me afundar no meu intento – e me perder por esses campos e por essas nuvens, como já está acontecendo com as primeiras pinceladas. Não importa. Van Gogh vale o risco (e a tinta).

Li por aí que, entre os significados de cipreste, temos luto e longevidade. Talvez Van Gogh quisesse registrar a consciência de sua mortalidade mas, com a tela, estivesse tentando alcançar a imortalidade. Eu quero, sim, como sempre quis, alcançar muitas coisas, mas a minha presunção, ainda bem, não é páreo para a de Van Gogh. A consciência de nossos próprios limites é mais importante até do que a consciência da mortalidade. E nessa arte – a de conhecer os meus limites – eu já sou bastante avançada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s