Eu voltava do almoço, entrei no meu prédio e notei que um pequeno lagarto, um calango, acho, rastejava junto comigo até a porta de entrada do térreo. Enquanto eu abria essa porta, ele se esgueirou por baixo dela e conseguiu entrar no prédio antes mesmo que eu girasse a chave. Olhei pelo vidro da porta e lá estava ele paralisado, como se me esperasse para que continuássemos a corrida. 

No momento, estou aqui do lado de fora, na garagem, esperando que ele saia, pois receio que, se eu abrir a porta e entrar, ele vai me seguir até o apartamento. Há também a possibilidade de que ele saia, assim que perceber que a porta está aberta, vindo, portanto, em direção a mim. Como todas as alternativas me parecem terríveis, estou, assim como ele, paralisada, esperando que por mágica o bicho desapareça e a normalidade seja restaurada.

Ainda bem que o sinal de internet chega até aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s